An duo lorem altera gloriatur. No imperdiet adver sarium pro. No sit sumo lorem. Mei ea eius elitr consequ untur. In mel aeterno.
1-677-124-44227

184 Main Collins Street | West Victoria 8007

Follow us on Social media

Lorem ipsum proin gravida nibh vel velit auctor alique tenean sollicitudin.

(44) 3041 4434 | (44) 9 9884 4468

Unidade Maringá

(46) 3025 2338 | (46) 9 9115 3211

Unidade Pato Branco

Blog

Prosom > Audição  > Confira as respostas para dúvidas frequentes sobre perda auditiva
Descubra as respostas para as principais dúvidas sobre perda auditiva.

Confira as respostas para dúvidas frequentes sobre perda auditiva

Existem aproximadamente 28 milhões de pessoas com algum tipo de surdez no Brasil, de acordo com os dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). Devido à falta de informação ou aceitação da condição de perda da audição, muitas pessoas acabam não procurando ajuda de um especialista.

Diante deste cenário, é extremamente importante e fundamental discutir sobre a surdez. Existem diversas dúvidas comuns sobre a perda auditiva, seja dos pacientes ou de familiares, seja de amigos desses pacientes.

Surdez

Decorrente da perda auditiva, a surdez pode ser parcial ou total, dificultando a compreensão e a comunicação verbal. Diversas causas podem levar o indivíduo à surdez, que pode ser congênita ou adquirida, sendo a última por traumatismo, predisposição genética ou alguma doença que afete esse órgão. Além disso, alguns medicamentos como antibióticos, por exemplo, podem causar essa perda.

 

É possível identificar a perda auditiva?

Geralmente, a perda da audição acontece gradualmente, sem causar desconforto ou dor no paciente. Além disso, até mesmo os familiares tendem a se adaptarem à perda auditiva de alguém, mesmo sem perceberem que estão fazendo isso.

Para reconhecer a perda auditiva, você tem que analisar os seguintes pontos: se costuma pedir para que as pessoas repitam suas falas; se você tem dificuldade para acompanhar conversas com duas ou mais pessoas; se começa a perceber um grande esforço para ouvir  em lugares lotados como restaurantes, shoppings e salas de reuniões; além de sentir a necessidade constante de deixar o volume alto da televisão e do rádio para que possa escutar.

Percebendo que começa a ter vários desses comportamentos, provavelmente há grandes chances de estar sofrendo de perda da audição e deve procurar um especialista o mais rápido possível.

 

Existem diferentes tipos de perda auditiva?

Sim. São três tipos de perda da audição: perda auditiva sensorioneural, perda auditiva condutiva e perda auditiva mista. A partir dos 65 anos, devido ao envelhecimento, a maioria das pessoas costuma perder pelo menos algum grau da sua audição. Uma em cada três pessoas tem algum tipo de deficiência auditiva.

Leia também: Quando devo procurar um fonoaudiólogo?

Usar um aparelho auditivo fará com que eu chame a atenção nos lugares?

Observe todos os benefícios dos aparelhos auditivos, como eles amplificam o som, como ajudam você a escutar as conversas, de que maneira melhoram a sua atenção no trânsito, entre outras situações do dia a dia. Reconheça a importância do aparelho na recuperação da sua qualidade de vida. Por fim, reflita: vale a pena perder a capacidade auditiva por vergonha de usar um aparelho?

É importante que você deixe de encarar a perda auditiva como algo que o inferioriza, mas sim como uma dificuldade que exige uma nova forma de adaptação.

 

Como os aparelhos auditivos funcionam?

Os aparelhos auditivos são uma tecnologia de ponta que basicamente funcionam como microfones que convertem sons em sinais elétricos, amplificando a força do sinal, convertendo-o de volta em som.

Existem diversos tipos e modelos de aparelhos auditivos. Com as mudanças e avanços tecnológicos, cada vez mais tem surgido variedades de aparelhos para aqueles que tiveram  perda auditiva.

A Prosom, por exemplo, possui dezenas de aparelhos auditivos, dos mais variados tipos e modelos, além de acessórios. A empresa tem os melhores produtos com tecnologia avançada e o melhor design para devolver ao cliente o direito de se comunicar, proporcionando conforto, satisfação e qualidade de vida.

 

Um aparelho auditivo custa caro?

Por não haver um modelo e/ou tipo específico de aparelho auditivo, não há também um único preço. O valor do aparelho varia de acordo com o modelo específico, das características que você precisa, além da sua eficácia nos mais diversos ambientes ruidosos.

Leia também: Problemas auditivos que acometem os recém-nascidos 

Independentemente do valor final do produto, existem lugares que oferecem a possibilidade de  financiar o aparelho.

Uma dica importante é verificar se você está qualificado para conseguir aparelhos auditivos grátis ou para a aquisição com desconto do seu empregador, da união, da Administração de Veteranos, entidade seguradora, organização de manutenção de saúde ou caridade local.

 

O que fazer se estiver sofrendo de surdez?

Para aqueles que já apresentam alguns sintomas de perda da audição e já procuraram um especialista, existem algumas soluções no mercado para que voltem a escutar bem e com qualidade. A Prosom, por exemplo, oferece o teste de prótese gratuitamente, além de dezenas de aparelhos auditivos e acessórios.

Quer receber mais dicas sobre a saúde auditiva e surdez? Continue acompanhando o nosso blog!

Sem comentários
Comente
Name*
Email*
Website